sexta-feira, 5 de junho de 2015

Faculdade vale a pena?

 Muitas pessoas tem dúvidas se um curso superior seria um bom caminho para sua trajetória profissional . Alguns defendem a idéia que isso é perda de tempo e que o melhor é empreender sendo que a melhor faculdade é a própria vida.
Hoje trago para os amigos leitores um opinião de um dos homens mais ricos do mundo sobre o assunto, nada mais nada menos do que Bill Gates.
Boa leitura e aguardo sua opinião nos comentários
Bons Dividendos $$$ 


Bill Gates largou a universidade de Harvard um ano após entrar no curso superior, em 1973. Seu colega no ensino médio, Paul Allen, o convenceu a fundar uma empresa de software para computadores, fazendo-o largar uma das universidades mais importantes do mundo para fundar uma certa Microsoft.
Gente como o megainvestidor Peter Thiel usa o exemplo de Gates para defender que estudantes larguem as universidades e partam para o mercado de trabalho.
O argumento deles é que o ensino superior deforma a maneira como as pessoas pensam e são apenas uma perda de tempo para estudantes que poderiam estar ganhando dinheiro e construindo grandes empresas sem um curso superior.

Além de Gates, Mark Zuckerberg e Steve Jobs são outros exemplos de pessoas que se deram melhor longe dos bancos da universidade.
Mas o próprio Bill Gates resolveu dar um pitaco nessa história. E sua opinião é surpreendente: "Não repitam o que eu fiz".
"Apesar de ter largado a faculdade e ter conseguido uma carreira na indústria de software, ter um diploma é um caminho muito mais certeiro para o sucesso",escreve Gates em seu blog.
"Pessoas com nível superior tem muito mais chances de encontrar um emprego recompensador, ganhar maiores salário, e até, as pesquisas mostram, ter vidas mais saudáveis do que quem não tem um diploma", continua o fundador da Microsoft.
O post de Gates acompanha uma entrevista que ele fez com Cheryl Hyman, coordenadora de uma rede de faculdades comunitárias em Chicago.
Hyman conseguiu aumentar o número de estudantes que terminavam a faculdade, algo que, na visão de Gates, é o grande problema no ensino americano atual.
"A questão não é que pouca gente está indo para a faculdade. O problema é que pouca gente está terminando ela", escreve.
*Fonte: Exame

9 comentários:

  1. A faculdade é um meio e não um fim!
    Infelizmente muito gente vê a faculdade como um fim e mal sabe que ela não gera riqueza por si só.

    O grau de riqueza de um indivíduo é um mix de habilidade desempenho e oportunidades.
    Um pós graduado sem oportunidade é tão dependente como uma pessoa com colegial.
    A de se verificar o nível de saturação de algumas áreas no mercado de trabalho atual se formar em algumas áreas hoje é pedir para ser escravo.
    Existe muitas variáveis a se analisar neste cenário ex: existe algumas áreas aonde diploma em si não agrega valor ao trabalho.

    Já outras podem ser essenciais, mas convenhamos que existe um numero de faculdades realmente inúteis e que não vão agregar valor para ninguém, tais faculdade vem se multiplicando na ultima década.

    Opinião pessoal: existe interesse comercial muito grande na indústria da educação atual para se vender cursos de baixo conteúdo técnico apenas visando lucros estratosféricos em cima das classes mais pobres.

    Nada que é vendido como sendo verdade absoluta pode se destacar: Tudo é questão de perfil e oportunidade!!

    Imagino que temos centenas de pessoas formadas que não tem um centésimo de nosso patrimônio ou uma fração de nosso conhecimento; neste momento devemos nos perguntar aonde queremos chegar e qual conhecimento será necessário obter se a faculdade for meio para obter este conhecimento será bem vida caso contrario prefira um curso técnico é preciso saber avaliar o custo oportunidade.

    O grande trunfo da indústria da educação é iludir mentes desavisadas mostrando uma realidade que inexiste naquela profissão ou no mercado de trabalho.

    Faculdade é algo sério!! deve ser analisado com tranquilidade, pois ela pode definir se você será um vencedor ou um fracassado.

    Eu não possuo faculdade e não me considero menos inteligente do que alguns formados que conheci ao longo dos anos, inclusive ganho mais dinheiro do que muitas pessoas recém formadas sem conhecimento financeiro algum.

    Conhecimento sem objetivo é como faca sem lamina, não presta para nada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom seu comentário.

      Só complementando o importante acima de tudo com ou sem faculdade é procurar algo que você ame realizar. Todos os exemplos de sucesso do post foram de indivíduos que amavam o que faziam.

      Não adianta empreender se vai abrir um negócio procurando apenas ganhar dinheiro assim como não adianta entrar numa faculdade visando se formar numa profissão na ambição de salário.

      O filósofo Prates sempre dizia quem trabalha por dinheiro ganhe o que ganhar será sempre mal pago.

      Excluir
  2. Mr. D.

    Em minha opinião, não há certo ou errado para essa pergunta. Não me arrependo de ter feito a minha, e graças a esse conhecimento hoje ganho meu dinheiro e tenho conhecimento de como colocá-lo para trabalhar pra mim. Porém, existem inúmeros casos de pessoas sem faculdade que estão simplesmente decolando em suas carreiras e patrimônio.

    O importante é escolher o seu caminho e segui-lo da melhor maneira possível.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada caso é uma caso AP. Nesta pergunta não exite uma resposta absoluta ao meu ver

      Excluir
  3. Faculdade não é necessária, mas, porque não cursar? Ainda mais hoje em dia que se pode até cursar à distância. Devemos nos diferenciar e acumular conhecimento útil. Faculdade não é determinante, mas ajuda.

    ResponderExcluir
  4. Conhecimento nunca é demais isso é fato mas temos que ter em mente que não necessariamente teremos uma recompensa financeira ao cursá-la. O sucesso financeiro depende de n fatores inclusive um ensino super pode ajudar e muito mas hoje em dia não é mais garantia como há algum tempo atrás. abraços

    ResponderExcluir
  5. Aqui no Brasil, essa realidade é um pouco diferente, mas não nego que quem tem um diploma tem mais chances de entrar melhor no mercado convencional de emprego.

    Bom post.

    ResponderExcluir