domingo, 15 de novembro de 2015

Minha pequena contribuição

Já que nenhum veículo de comunicação fala nada das manifestações do dia de hoje, em Brasília, aqui vai uma pequena contribuição do Blog.

Fora Foro de São Paulo, Fora PT.

fonte: UOL


Lutemos por nosso país pra que ele não vire uma Cuba ou Venezuela.

O nosso futuro e de nossos filhos depende de todos nós.

Até a próxima

10 comentários:

  1. Apoiado 100%, porém, nem comunista, e na minha opinião, sem a intervenção militar... fica a época da ditadura como exemplo....

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que fomos doutrinados por professores esquerdistas a olhar aquela época com outros olhos. Houveram excessos? Sim, de ambas as partes, mas vejo que os militares nos salvaram de uma mal muito maior. Abraços

      Excluir
    2. Não podemos achar que a única saída é a intervenção militar. Nós somos senhores do nosso próprio destino, e somos nós - o povo - quem deve mudar o "desgoverno" que vive o país.

      Se o impeachment não for adiante, o que eu acho uma pena, deve ficar a lição para a próxima eleição...

      Excluir
    3. Doutor, me desculpe a sinceridade mas essa é a típica mentalidade de ovelha democrática.
      Longe de mim querer uma ditadura militar ou algo neste sentido, mas aqui as urnas são uma fraude e o povo não é senhor de porra nenhuma, no máximo senhor de aceitar o que a maioria esmoleira escolher.
      Um abraço.

      Excluir
    4. Pois é, temos que entender que uma democracia não nasce da noite para o dia, é um processo de amadurecimento; para mim, a nossa possui menos de 30 anos, a contar da certidão registrada em 1988, a Constituição. Podemos até chamar a democracia de "mito", e nesse ponto concordaria plenamente, mas esse é o caminho que a maioria escolheu, ainda que, aparentemente, nem todos estejam prontos para votar.

      O povo também não é tão bobo, a popularidade da Dilma traduz muito bem o que está acontecendo no país.

      Excluir
  2. Fonte de todas as pessoas que viveram nessa época dizem que foi um período maravilhoso e só reclama dessa época quem queria arrumar problemas, leia-se comunistas e esses pseudo intelectuais da esquerda. Nenhum dos Generais que foram presidentes ficaram ricos, após as suas mortes foi constatado que suas famílias tinham apenas um imóvel e a pensão de general, muito diferente dos presidentes da "democracia" onde todos os parentes ficaram milionários.
    Acho que militar não deve governar o país, isso foge completamente da sua destinação constitucional, mas acho que o Impechament apenas troca as cartas de um sistema totalmente corrompido, não resolverá nada. Para funcionar deveria haver uma limpa desse sistema podre e todos esses corruptos serem expulsos do país e num prazo de um ano ser convocadas eleições diretas com candidatos fichas limpas.Enquanto isso as FFAAs garantiriam a manutenção da lei e da ordem.

    ResponderExcluir